logo

Como foi a reação dos colaboradores na transição para o home office? Quais foram as dificuldades na implantação do home office?

Prudential do Brasil -

Os colaboradores receberam muito bem pois viam a necessidade do isolamento como uma medida de segurança e cuidado. As dificuldades foram a necessidade de maior quantidade de notebooks e liberação de acesso remoto. Em alguns casos, os colaboradores nao tinham internet e/ou computador em casa, entao tivemos que prover modem 4g e/ou o computador da empresa para casa das pessoas

Lubrizol -

Colaboradores se mostraram abertos ao novo método de trabalho, interessados em ajudar e demonstrando interesse para usar seus equipamentos pessoais também na ausência de equipamentos da Empresa. Não houve dificuldade para a maioria dos casos pois a Empresa já possuia ferramentas para trabalho remote.

Unimed-Rio -

O home office já é uma realidade e essa mudança oferece vários benefícios e desafios, como a possibilidade de trabalhar com liberdade e autonomia, mas por outro lado, precisamos ficar atentos à necessidade de alinhar a comunicação e expectativas. Nesse período de mudanças, muitas atividades das áreas precisaram ser redistribuídas. O que deu a possibilidade de aproximação entre gestão e liderados. Todos os gestores destacaram a facilidade de adaptação em virtude do curto espaço de tempo e dedicação das equipes, principalmente nas entregas. Alguns gestores estão realizando ações de reconhecimento para os times. Outros, destacaram a necessidade de reforçar seus feedbacks para profissionais que ainda não estão engajados no modelo adotado, além de relatarem que a principal dificuldade é que alguns colaboradores não possuem equipamentos em casa para realizar as atividades de casa.

ONErpm Mídia Digital -

Super tranquilo, somos uma empresa digital e não houve impacto significativo.

Strattner -

A empresa já tinha uma política de homeoffice implantada, então a transição foi tranquila. A dificuldade foi com os colaboradores que não tinham notebook. Mas o TI fez uma força tarefa para alugar notebooks e levar os desktops para casa das pessoas e instalar.

Controller -

Eles reagiram positivamente. Tudo foi conversado e orientado com antecedência. E logo disponibilizamos o acesso remoto, com o apoio do setor de TI, agimos rapidamente. A princípio hpuveram alguns problemas, principalmente porque nao tinhamos notebooks para todos os colaboradores. Mas conseguimos remanejar e realmente aqueles que bao tinham internet em casa optamos por liberar as férias.

Montaury Pimenta, Machado & Vieira de Mello -

Super bem aceita, pois estavam todos muito inseguros com o uso de transporte diário. Temos dois grupos: os profissionais que atuam na atividade fim, que já estavam acostumados ao trabalho home office, e outro grupo que não tinha qualquer vivencia, estrutura ou habilidade com uso integral das ferramentas digitais Para esse grupo o trabalho foi mais intenso. A equipe de TI, em uma força tarefa, partiram para uma ação de guerra para o bem. Locar e preparar notebooks, viabilizar banda larga, instalar e tornar o VPN um acesso prático e amigável, foi bem agitado. Mas, a compreensão, fez com que todos procurassem o caminho de colaboração. E uma aprendizagem está acontecendo, estamos nos libertando dos papéis e nos tornaremos muito mais hábeis e digitais. Entendo que esse será nosso grande ganho em nossa dinâmica administrativa.

Qualiserve It Experience -

Foi de forma abrupta mesmo, devido a necessidade e urgencia. Mas nao tivemos maiores problemas, inclusive todos ja tinham notebook da empresa.

SESC MATO GROSSO DO SUL -

A reação dos colaboradores em home office foi muito boa e já era desejo de alguns. A empresa disponibilizou equipamentos e a estrutura necessária.

Rentcars.com -

Foi muito bem recebido, até porque já era uma prática que a empresa estava trabalhando antes e a situação acelerou o processo. Demorou um pouco mais para alinhar o sistema para quem trabalha com atendimento ao telefone, mas a equipe de TI foi rápida.

PRONUTRIR -

Os que puderam trabalhar em home office se sentiram tranquilos em relação a exposição. Acesso a internet e telefone foi a maior dificuldade.

Usemobile -

Para facilitar toda a transição, foi criado um documento que expos a situação atual em que nos encontramos, algumas recomendações da Organização Mundial de Saúde e também as diretrizes do Home Office. Este documento reduziu drasticamente as dúvidas acerca do assunto. A reação dos colaboradores girou muito em torno das dificuldades estruturais, como o sinal de internet e a estação de trabalho, e também a mudança na alimentação, já que a empresa fornece almoço e snacks. Essas dúvidas foram apontadas em um Google Forms que enviamos um dia antes de iniciarmos o Home Office. Dessa forma foi criada uma equipe para distribuir os equipamentos em casa para os colaboradores, e foi disponibilizado um ticket médio para suprir a necessidade dos colaboradores relativa à comida. Outra dificuldade foi a parte de comunicação, já que surgiu uma barreira física que impossibilitaria a comunicação rápida que a fala tem no dia a dia de escritório. Por isso implementamos o uso do Discord.

Usemobile -

Para facilitar toda a transição, foi criado um documento que expos a situação atual em que nos encontramos, algumas recomendações da Organização Mundial de Saúde e também as diretrizes do Home Office. Este documento reduziu drasticamente as dúvidas acerca do assunto. A reação dos colaboradores girou muito em torno das dificuldades estruturais, como o sinal de internet e a estação de trabalho, e também a mudança na alimentação, já que a empresa fornece almoço e snacks. Essas dúvidas foram apontadas em um Google Forms que enviamos um dia antes de iniciarmos o Home Office. Dessa forma foi criada uma equipe para distribuir os equipamentos em casa para os colaboradores, e foi disponibilizado um ticket médio para suprir a necessidade dos colaboradores relativa à comida. Outra dificuldade foi a parte de comunicação, já que surgiu uma barreira física que impossibilitaria a comunicação rápida que a fala tem no dia a dia de escritório. Por isso implementamos o uso do Discord.

Loures Comunicações -

A reação foi excelente, temos uma Cultura bem colaborativa, eles já esperavam isso por parte da empresa e a adaptação foi excelente.

KingHost -

Começamos a fazer home office antes de sair os decretos estaduais, no dia 16/03. A reação foi extremamente positiva, como um cuidado a mais que a empresa estava tendo com os colaboradores em primeiro lugar.

Televisão Lages Ltda. -

Transição tranquila, com mapeamento de viabilidade pelo setor de TI junto aos gestores.

Cengage -

Como a empresa já tinha a prática, não foi muito penoso. A área de TI já estava bem preparada e antes da crise já havia instalado todas as ferramentas necessárias para cada colaborador.

Regina Alimentos -

A reação a princípio foi de surpresa, por ser um formato diferente. Com relação as dificuldades, foram referentes a divisão das equipes para escala de quem iria para o home.

Instituto Atlântico -

Já trabalhavamos com home office para todos os membros da empresa, a transição para 100% do tempo foi tranquila, sem obstáculos ou dificuldades.

Intelbras -

O que vimos foi um trabalho em equipe incrível. Nosso time de TI montou uma força tarefa e conseguiu auxiliar os colaboradores nos acessos remotos via VPN e disponibilizar as ferramentas necessárias para quem quisesse trabalhar de casa. As equipes se organizaram e apoiaram os que estavam sem acesso, utilizando ferramentas como o Onedrive para compartilhar arquivos. Com a recente implantação do Office 365 na empresa, nossa transição para o Home Office acabou sendo menos complexa que o esperado. No início, tivemos um pouco de dificuldade com alguns provedores de internet que foram orientados pela nossa equipe sobre o que fazer para liberar os acessos necessários e tudo acabou correndo bem. Diversas reuniões estão acontecendo via Teams todos os dias e estamos nos adaptando bem a essa realidade. Como o Home Office já era incentivado na empresa, o movimento acabou sendo fluido. Só aceleramos e multiplicamos um processo que já existia.